LILAC – DEISE C. MÜLLER

Editora: Selo Novos Talentos da Literatura Brasileira

Corações: ♥♥♥♥♥

Uma palavra para o livro: QUENTE

A ESCRITA

Deise C. Müller é uma escritora maravilhosa, dominando nossa mente com uma trema deliciosa, envolvente e muito, muito quente. Comprei Lilac porque uma das minhas autoras nacionais havia falado muito bem do livro e aproveitei uma promoção na Saraiva. Quis morrer em diversas horas durante Lilac, mas PRECISAVA ver o fim. É com que Deise nos recompense em Silver, ou a coisa vai ficar séria! Deise é uma dessas criaturas graciosas abençoadas pelo deus da escrita, que nos fazem delirar, suspirar, prender a respiração e vontade de assassinar a escritora por causa de um final IMPENSÁVEL. É claro que a última parte é superada rapidinho já que a sequência de Lilac Silver – está vindo e pela Editora Literata! #vembienal #queremossilver #megecraft

OS PERSONAGENS

Megan: Meg é uma das personagens mais bem criadas que tive o prazer de conhecer. E é claro que é totalmente, absurdamente, lindamente gostosa poderosa. Se eu sofri ao longo do livro com as ações dela? Deus, sim. É claro que Meg é uma adulta, com a cabeça no lugar, que trabalha em uma livraria, levando uma vida pacata, tentando esquecer seu passado. Ou melhor, a morte de sua irmã gêmea. É claro que tudo e todos sempre lhe parecem estar mais distantes da realidade dela – e coisas estranhas vivem acontecendo com Megan. Mas isso não faz com que ela tenha uma vida estranha, não, muito pelo contrário. Megan é do tipo que não deixa nada se interferir no seu caminho, nem ninguém cuidar dela. Ela é autossuficiente e, acredite, não fica naquela lenga-lenga de mocinha que precisa ser salva. Apesar de tocar em AM, e o resto do mundo em FM, Megan é um alguém perfeitamente normal; até Craft aparecer naquela boate.

Craft: O Rei que é Feiticeiro. Ou – aos meus olhos – O Gostosão Que Todas Nós Queremos Levar Pra Casa. Vivo uma relação de amor e ódio – porém com mais amor – com Craft. E, sim, Craft realmente é nome dele! (Sem perguntas! Leiam o livro!) Craft é forte, másculo e protetor (me abana!) e as cenas quentes são de fazer todas suspirarem alto. Apesar de bruto com todos, quando quer – e só com Megan e a filha – Craft possuí um lado lindo, paternal e amoroso tão bonito e luminoso que quando aceso pode ser visto do espaço.

 

ImagemImagemImagemImagem

ImagemImagem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s